Em “Cruzada” (um grande filme), um rei prisioneiro passa ao seu soldado um copo de água oferecido por Saladino. Quer que ele beba antes para ter certeza que a água não está com veneno. Aí Saladino diz: ” Um rei não mata outro rei para saber disso?.

A frase me veio à cabeça ao saber que o novo grupo que administra a Viação Itapemirim resolveu utilizar o V (de Viação) e o I (de Itapemirim) em todos os ônibus, tanto os daqui,que receberam agora,quanto os que os mesmos empresários já têm espalhados pelo Brasil. A tradicional cor amarela também foi mantida, o que leva o usuário a uma associação imediata a empresa cachoeirense.

A decisão seria uma de respeito ao grupo que hoje enfrenta sua maior crise , ma já foi o maior da América Latina. Atualmente a viação Itapemirim enfrenta uma recuperação judicial e já não mais pertence ao empresário Camilo Cola e muito menos ao seu filho Camilo Cola filho.

A empresária, que por coincidência se chama Camila, garantiu que a manutenção das duas letras do ônibus e a cor amarela como forma de respeito principalmente ao empresário Camilo Cola que fundou, administrou, e, até onde sabe, foi quem conduziu a empresa por mares tranquilos enquanto esteve no comando.

Fonte: jornalista Ilauro de Oliveira

Facebook Comments

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here


oito − = 0